2018-05-15

Primeira casa-abrigo do país para pessoas LGBTI vítimas de violência doméstica foi criada em Matosinhos

logotipo da casa arco-íris

A Associação Plano i opera desde janeiro de 2017 em Matosinhos numa parceria com a Câmara Municipal de Matosinhos e com o financiamento da Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade, na intervenção especializada com pessoas lésbicas, gays, bissexuais, trans e intersexo (LGBTI).

Neste âmbito foi criada uma resposta de acolhimento de emergência para esta população, a Casa Arco-Íris.

 

Esta Casa de Acolhimento de Emergência Para Pessoas LGBTI Vítimas de Violência Doméstica em função da orientação sexual e da identidade de género pretende ser um projeto inovador no sentido em que será a primeira a nível nacional a dar uma resposta diferenciada tendo em conta a especificidade da população em causa.

 

Para mais informações consultar o seguinte documento.