- Conteudo Principal

Projeto Adélia - Apoio à Parentalidade Positiva

É um lugar seguro, onde se promove a participação e a autonomia da criança, a sua saúde, o bem estar social e emocional de acordo com as suas características e idade.

família de pinguins

O Projeto Adélia reflete o crescente empenho da Comissão Nacional no desenvolvimento de medidas de política para a construção da parentalidade livre de violência e promoção de comportamentos parentais respeitadores dos melhores interesses e direitos da criança, numa lógica comunitária, sistémica e com foco na prevenção.

Destina-se a:

- Crianças e jovens;

- Famílias com crianças e jovens;

- Comissões de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ);

- Técnicos e outros profissionais de entidades locais com competência em matéria de infância e juventude (ECMIJ) que desenvolvem intervenção com famílias;

- Sociedade civil.

O Projeto Adélia desenvolve-se em eixos que se interligam:

Mais Proteção: Capacitação das famílias para o exercício de uma parentalidade responsável através do desenvolvimento de Planos Locais de Promoção e Proteção dos Direitos das Crianças e Jovens (PLPPDCJ), garantindo a participação efetiva das crianças e de atividades que permitam a melhoria das capacidades parentais

Mais Capacitação: Capacitação de técnicos/as das Comissões de Proteção de Crianças e Jovens e das Entidades com Competência em Matéria de Infância e Juventude no domínio da melhoria das competências e desempenho parental, nomeadamente, capacitação no âmbito dos Programas “Anos Incríveis”, “Mais Família-Mais Jovem” e “Crianças no Meio do Conflito”.

Criação do Conselho Nacional de Crianças e Jovens visando a participação social e política, nomeadamente em temáticas tratadas na CNPDPCJ como por exemplo os Direitos da Criança

Mais Famílias Positivas: Sensibilização, seminários, workshops e campanhas para públicos estratégicos, famílias e comunidade, no âmbito da promoção da parentalidade positiva e dos direitos das crianças e jovens

Mais Inovação Social: Programa de Ideação e Aceleração – Design Thinking para a Inovação Social. Concurso de ideias e soluções inovadoras para a promoção da parentalidade positiva.

cérebro com 4 áreas em que se explica o projeto adélia

Constituem objetivos do projeto:

- Desenvolver PLPPDCJ, que envolvam a participação das crianças e jovens, garantindo estratégias de apoio a uma parentalidade responsável e positiva informadas em evidências;

- Potenciar o envolvimento e a participação ativa das crianças e jovens para o exercício do desenvolvimento dos PLPPDCJ, acompanhamento e execução dos mesmos;

- Potenciar a intervenção das ECMIJ e das CPCJ, através da capacitação e especialização dos seus técnicos para a promoção de uma parentalidade mais protetora, qualificando efetivamente a sua intervenção junto das famílias na prevenção das situações de risco e ou de perigo;

- Promover a capacitação das famílias para o exercício de uma parentalidade responsável nas diversas dimensões da vida familiar, melhorando o desempenho parental no efetivo exercício dos direitos e na proteção das crianças e jovens.

O Projeto Adélia é cofinanciado pelo PO ISE (Programa Operacional Inserção Social e Emprego) e desenvolver-se-á até 2021 nos territórios geográficos correspondentes às NUTS II Alentejo, Centro e Norte.

barra de logos poise

Consulte as fichas de projeto:

Região geográfica Norte

Região geográfica Centro

Região geográfica Alentejo

Para mais informação contacte: CNPDPCJ.parentalidade.poise@cnpdpcj.pt

 

Apresentação do Projeto

O dia 5 de dezembro de 2018 ficou assinalado pelo lançamento do Projeto de Apoio à Parentalidade Positiva, promovido pela Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens, cofinanciado pelo Programa Operacional Inclusão Social e Emprego.

Assim, na presença da Senhora Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, a Presidente da Comissão Nacional, Rosário Farmhouse, apresentou no Espaço Caleidoscópio, em Lisboa, este Projeto denominado Projeto Adélia.

O Projeto Adélia, de apoio à Parentalidade Positiva e à capacitação parental, constitui-se como uma estratégia preventiva para a promoção e proteção dos direitos da criança e do jovem, em consonância com a Convenção dos Direitos da Criança.

Veja aqui o vídeo da sessão de apresentação e consulte o documento de apresentação do projeto.